Precarização do trabalho de enfermagem e sua relação com o gênero feminino

Autores

  • Luciana Valadão Vasconcelos Alves Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense
  • Rejane Eleuterio Ferreira
  • Magda Guimarães de Araujo Faria Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ)

Palavras-chave:

Enfermagem, Enfermeira, Enfermeiro, Trabalho feminino, Precarização

Resumo

O objetivo geral deste estudo é investigar a precarização do trabalho de enfermagem e sua relação com o gênero feminino. Realizou-se uma revisão bibliográfica na base de dados científica SciELO, utilizando os descritores enfermagem e trabalho feminino. Encontrou-se 224 publicações, porém apenas 14 eram de interesse ao objeto de estudo. Para análise, houve leitura crítica dos textos, observando o referencial teórico e os resultados por eles obtidos. Constatou-se que a enfermagem, predominantemente exercida por mulheres, vivencia a precarização através de multiempregos e jornadas elevadas, o que é somado ao trabalho doméstico. Porém, a invisibilidade desta atividade, atribuída em grande parte às mulheres, reflete em sobrecarga para essas trabalhadoras. Além disso, a categoria possui remuneração baixa, a qual pode estar atrelado as desigualdades salariais entre homens e mulheres. O cuidado, essência da enfermagem, é relacionado com o feminino, a caridade e o senso comum, dificultando o reconhecimento social da categoria. Conclui-se que é necessário intensificar discussões, políticas públicas e legislações de valorização e proteção do trabalho feminino.

Biografia do Autor

Luciana Valadão Vasconcelos Alves, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense

Docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense

Rejane Eleuterio Ferreira

Doutora em Enfermagem

Magda Guimarães de Araujo Faria, Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ)

Docente da Faculdade de Enfermagem da UERJ

Downloads

Publicado

2021-09-22

Como Citar

VALADÃO VASCONCELOS ALVES, L. .; ELEUTERIO FERREIRA, R. .; GUIMARÃES DE ARAUJO FARIA, M. . Precarização do trabalho de enfermagem e sua relação com o gênero feminino. Seminário Virtual da Mulher, [S. l.], 2021. Disponível em: https://anais.eventos.iff.edu.br/index.php/svmulher/article/view/76. Acesso em: 17 jul. 2024.