Bio-horta

extensão, ensino e pesquisa para gestão de hortas urbanas visando a produção de alimentos seguros e sustentabilidade, promovendo atuação profissional e apoio técnico ao pequeno agricultor

Autores

  • Gerson Adriano Silva Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro
  • Amanda Oliveira de Souza Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro
  • Luísa Linhares Mota da Silva Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro
  • Bruna de Melo Reis Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro
  • Kássila Barreto Azeredo Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro
  • Frederico Pinto de Brito Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro
  • Érica Santana Siqueira Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro

Palavras-chave:

Agroecologia, Pandemia, Horta urbana, Orgânico, Ação social

Resumo

O projeto “Bio-horta...”, objetiva cultivar hortas urbanas em Campos dos Goytacazes- RJ, que produzam alimentos orgânicos, sustentáveis e seguros, fornecer apoio técnico ao pequeno agricultor. Dentre as práticas realizadas no projeto, estão o desenvolvimento de protocolos de produção de composto orgânico através da compostagem de resíduos orgânicos fornecidos na horta e por colaboradores. As atividades realizadas na horta, são divulgadas no Instagram @biocultivar, onde também são publicados cursos, artigos e informações relacionadas ao conteúdo. Durante o período de isolamento social, houve a redução das atividades presenciais na horta, com isso foram realizadas manutenções das atividades que já estavam em andamento antes desse período. Mesmo com as consequências causadas pelo isolamento, ainda foram coletados na composteira termofílica aproximadamente 200 litros de compostos orgânicos e 20 litros de biofertilizantes no segundo semestre de 2020, assim retomando as atividades de coleta de biofertilizantes e até o primeiro bimestre de 2021. Entre maio e janeiro de 2021, foram colhidos aproximadamente 360 quilos de alimentos, dentre eles: (abóbora, alface, banana, tomate cereja, taioba, rúcula, ora pro nobis, mostarda, manjericão, mandioca, capim limão, hortelão pimenta, couve, inhame, gengibre). O projeto abriu também para a participação de voluntários para o cultivo de hortaliças e visitas guiadas, o projeto tem recebido constantemente restos alimentares de moradores da circunvizinhança da Bio-Horta para a produção de compostagem. A colheita foi doada para movimentos de combate a fome na cidade de Campos dos Goytacazes. As etapas foram registradas no Instagram @biocultuvar e atingiu milhares de vizualizações nas postagens, além das interações com o conteúdo, que foram registradas pelo próprio aplicativo. O projeto designa que é possível utilizar espaços ociosos em cidades para a agricultura urbana, trazendo tanto benefício ambiental e social. Durante ao período de isolamento social, algumas atividades práticas presenciais foram prejudicadas.

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2022-07-08

Como Citar

SILVA, G. A.; OLIVEIRA DE SOUZA, A.; LINHARES MOTA DA SILVA, L.; MELO REIS, B. de; BARRETO AZEREDO, K.; PINTO DE BRITO, F.; SANTANA SIQUEIRA, Érica . Bio-horta: extensão, ensino e pesquisa para gestão de hortas urbanas visando a produção de alimentos seguros e sustentabilidade, promovendo atuação profissional e apoio técnico ao pequeno agricultor. Mostra de Extensão IFF - UENF - UFF - UFRRJ, [S. l.], v. 13, 2022. Disponível em: https://anais.eventos.iff.edu.br/index.php/mostradeextensao/article/view/827. Acesso em: 13 jul. 2024.