NEABI Campos Guarus

Autores

  • Danilo dos Santos Paulino Cerqueira Instituto Federal Fluminense
  • Jonas Defante Terra Instituto Federal Fluminense

Palavras-chave:

Corpos negros, Violência policial, NEABI, Cultura afro-brasileira

Resumo

O Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas do Instituto Federal Fluminense campus Campos Guarus em seu exercício no ano de 2021, realizou atividades remotas e virtuais por meio de suas redes sociais para cumprir com seus objetivos, que são eles: promover eventos institucionais que ampliem as discussões sobre temas relacionados à cultura afro-brasileira e indígena, educação antirracista e as relações étnico-raciais; estabelecer um diálogo entre os servidores, estudantes do campus e a comunidade externa, o que se efetivará através da realização de eventos abertos a participação da comunidade. O núcleo colaborou na concepção, organização e promoção do Colóquio Abril Indígena, cuja programação contou com lives no Instagram, mesa redonda e palestras transmitidas no Youtube. O evento foi realizado pelo IFFluminense e contou com 242 participantes. Para o mês de novembro deste mesmo ano, o NEABI Campos Guarus está colaborando para a realização do evento institucional Novembro Negro. Entretanto, dentre os eventos já realizados, destaca-se a live transmitida no Instagram do núcleo (@neabi.camposguarus), na qual pudemos conversar com Soraia André, professora de Educação Física, Psicóloga, Psicodramatista, atleta da seleção brasileira de Judô (1980 a 1992), medalhista em Pan-americanos (1983, 1987 e 1991) e com amplo histórico no esporte nacional e internacional. A criação da rede social no Instagram colaborou para a disseminação de conteúdos acadêmico-científico e artístico-cultural para mais de 500 seguidores até a presente data. Provocado pela temática da Ciranda Cultural para a 13a edição da Mostra de Extensão, o NEABI Campos Guarus, por meio de seu bolsista, concebeu uma dramaturgia inspirada nas realidades faveladas e comunitárias de pessoas negras. A violência policial sob a ótica infanto-juvenil é palco para uma leitura sensível das vozes silenciadas e corpos invisíveis.

Downloads

Publicado

2022-07-08

Como Citar

SANTOS PAULINO CERQUEIRA, D. dos .; DEFANTE TERRA, J. . NEABI Campos Guarus. Mostra de Extensão IFF - UENF - UFF - UFRRJ, [S. l.], v. 13, 2022. Disponível em: https://anais.eventos.iff.edu.br/index.php/mostradeextensao/article/view/1530. Acesso em: 13 jul. 2024.