Neuropsicologia e Autocuidado

uma conversa sobre Saúde Mental no contexto pandêmico

Autores

  • Clara Viana Magalhães Universidade Federal Fluminense - UFF
  • Suelen Fernanda Valentim Universidade Federal Fluminense - UFF
  • Anne Caroline de Oliveira Menezes Universidade Federal Fluminense - UFF
  • Fernanda Lemes Batista Magalhães Universidade Federal Fluminense - UFF
  • Letícia Rangel Aguiar Universidade Federal Fluminense - UFF
  • Fernanda Rabelo Cursino Santos Universidade Federal Fluminense - UFF
  • Raquel Nogueira da Cruz Universidade Federal Fluminense - UFF
  • Gabriela Souza Silva Universidade Federal Fluminense - UFF
  • Cecília Souza Oliveira Universidade Federal Fluminense - UFF

Palavras-chave:

Neuropsicologia, Acessibilidade, Instagram

Resumo

Estudos recentes evidenciam que o advento da pandemia tem trazido inúmeras consequências sociais, econômicas, pessoais nos seus mais diversos âmbitos tais como o aumento do número de desempregados, a necessidade de isolamento social e a dificuldade de seguir com o tratamento de outras doenças existentes. Estes fatores tem contribuído para um aumento considerável de casos de depressão e índices de ansiedade, nas mais diversas faixas etárias. Assim, nesse cenário, surge ainda mais a necessidade de práticas de autocuidado a fim de possibilitar melhorias nessa nova dinâmica na rotina dos indivíduos isolados em suas casas. Diante disso, o online e as atividades remotas se tornou a alternativa mais viável para pensar o acesso ao público. Neste sentido, o objetivo do presente estudo foi criar uma página numa rede social de livre acesso para toda a população. A metodologia é definida da seguinte maneira: 1) uma das temáticas da linha editorial é o autocuidado e a cognição, 2) são organizados textos e vídeos, sempre tendo como referência bibliográficas artigos científicos nacionais e internacionais sobre esta temática e 3) estes textos e vídeos são publicados na página da rede social e há interação com o público que comenta na postagem. Dessa maneira, para ser possível passar dicas, hábitos e discussões sobre autocuidado e a relação desse tema com a cognição humana, conversando com a neuropsicologia. Sendo assim, a relação entre a cognição e o autocuidado é de que, para uma saúde mental em dia é fundamental se pensar em práticas de autocuidado, pois o fio condutor dos processos cognitivos é uma saúde mental equilibrada, ou seja, uma boa execução das funções de atenção e memória e das habilidades de compreensão e integração de informações de um indivíduo dependem de uma mente saudável. É possível notar o acolhimento do público ao projeto com o aumento do alcance do perfil e das interações. Nota-se, contudo, a necessidade da continuidade de atividades que proponham a acessibilidade a neuropsicologia, visto que, a vastidão apresentada pela mesma é identificada frequentemente e tem muito ainda a ser conhecido.

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2022-07-08

Como Citar

VIANA MAGALHÃES, C.; VALENTIM, S. F.; OLIVEIRA MENEZES, A. C. de; LEMES BATISTA MAGALHÃES, F.; RANGEL AGUIAR, L.; RABELO CURSINO SANTOS, F.; NOGUEIRA DA CRUZ, R.; SOUZA SILVA, G.; SOUZA OLIVEIRA, C. Neuropsicologia e Autocuidado: uma conversa sobre Saúde Mental no contexto pandêmico. Mostra de Extensão IFF - UENF - UFF - UFRRJ, [S. l.], v. 13, 2022. Disponível em: https://anais.eventos.iff.edu.br/index.php/mostradeextensao/article/view/1486. Acesso em: 19 jul. 2024.