Exame andrológico e congelamento de semên bovino

contribuição para a melhoria da pecuária bovina em Campos dos Goytacazes

Autores

  • Lucas Lopes Horta Monteiro Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro
  • Karine Rangel da Costa Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro
  • Angelo José Burla Dias Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro

Palavras-chave:

Touros, Fertilidade, Monta natural

Resumo

No período emergencial os trabalhos foram voltados para atingir a sociedade por meio da rede social (Instagram). Foi criada uma página chamada “AndroLabUENF” que possui 214 seguidores e nela foram abordados temas como: “O conceito de exame andrológico”, “Estruturas necessárias para realizar uma coleta segura”, “Relação entre a circunferência escrotal e o melhoramento genético”. Além disso, houve interação com produtores por meio de questionários para entender melhor as necessidades e intenções do público alvo. O projeto já avaliou 170 touros na região Norte Fluminense desses, 53 (31,2%) apresentavam-se inaptos para a reprodução. Após a liberação do retorno das atividades presenciais foi possível avaliar mais 44 animais, dos quais, 12 apresentavam-se inaptos a reprodução, totalizando 214 touros avaliados. Nos anos anteriores a taxa de touros inaptos a reprodução em Campos dos Goytacazes e região era de 38%, com os avanços de nossos trabalhos esse número caiu para 30%, o que indica melhoria dos reprodutores e lucratividade ao produtor. O trabalho tem como objetivo popularizar o uso do exame andrológico na região. Para isso, além da página no Instagran, foi distribuído um questionário aos produtores, visando caracterizar a bovinocultura de corte na região. Foi utilizada a plataforma “Formulários” do Google para que os proprietários respondessem o questionário, tendo sido obtidas 44 respostas. Cerca de metade dos proprietários que responderam o questionário têm como atividade principal da propriedade a produção e venda de bezerros, e 61% não realizam exames andrológicos em seus reprodutores, o que pode gerar grandes prejuízos para a propriedade, pois a atividade de cria é extremamente dependente de nascimentos e a permanência de touros inférteis ou sub-férteis no rebanho compromete decisivamente a eficiência do sistema. Além disso, nosso questionário constatou ainda que 48% dos produtores não têm assistência veterinária ou tem de forma precária (de 1 a 2 vezes por ano, apenas), o que evidencia a importância de ações extensão na área do presente projeto.

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2022-07-08

Como Citar

LOPES HORTA MONTEIRO, L. .; RANGEL DA COSTA, K. .; BURLA DIAS, A. J. . Exame andrológico e congelamento de semên bovino: contribuição para a melhoria da pecuária bovina em Campos dos Goytacazes. Mostra de Extensão IFF - UENF - UFF - UFRRJ, [S. l.], v. 13, 2022. Disponível em: https://anais.eventos.iff.edu.br/index.php/mostradeextensao/article/view/1445. Acesso em: 19 jul. 2024.