Políticas educacionais inclusivas para o século XXI

desafios e propostas

Autores

  • Sabrina Souza da Silva Universidade Federal Fluminense (UFF)

Palavras-chave:

Inclusão, Tecnologias sociais, Política

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo dar um primeiro panorama sobre uma pesquisa empírica, qualitativa, realizada nos moldes etnográficos sobre os pressupostos, os modos de financiamento, os saberes, as rotinas, as experiências e os efeitos das políticas de inclusão constituídas no Brasil. Especificamente, a discussão volta-se para os projetos empreendidos na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais –APAE de São José de Ubá, uma associação civil, filantrópica, de caráter cultural e educacional, e suas formas de operacionalizar seus projetos. A pesquisa é resultado de um trabalho prático com “participação observante” e visa discutir os conceitos de Estado, política, inclusão e tecnologias sociais voltadas para cidadania de portadores de deficiências ou com transtornos globais. Tais preceitos pretendem pôr luz a ideias de políticas de financiamento para inclusão e os conceitos de educação universal que vem permeando as políticas públicas educacionais no país e os impactos locais dessas perspectivas.

Downloads

Publicado

2022-06-23

Como Citar

SOUZA DA SILVA, S. . Políticas educacionais inclusivas para o século XXI: desafios e propostas. Congresso de Interdisciplinaridade do Noroeste Fluminense, [S. l.], v. 3, 2022. Disponível em: https://anais.eventos.iff.edu.br/index.php/coninfitaperuna/article/view/1312. Acesso em: 18 jul. 2024.